Nica Kessler // Verão 2013 @ Fashion Rio

Nica Kessler // Verão 2013 @ Fashion Rio

A Grife: Nica Kessler, sob comando da própria.

No Release: A riqueza das louças Vista Alegre e a decoração de uma mesa portuguesa.

As Peças: Fluidez e transparências em alguns vestidos estampados; camisas de gauze com mangas ligeiramente amplas de laise, que também compôs looks inteiros, do tipo conjuntinho; crochê ora sobrepondo, ora sobreposto. Recorte lateral em vestido de saia ampla; shorts curtinhos, e cintos grossos. A estamparia desenvolvida por Tati Rissin é dividida em quatro temas: renda artesanal, outro com floral miúdo tipo Liberty, uma com combinação de flores e frutas e ainda uma estampa  inspirada nas dobraduras dos guardanapos.

 Cores: Amarelo, azul, branco, caqui e cereja.

Destaques: Completando três anos (sete edições) nas passarelas do Fashion Rio, Nica falou um pouquinho sobre o amadurecimento da marca: “Eu acho que a marca amadurece muito (por estar em uma semana de moda) porque você obrigatoriamente tem que acompanhar o calendário, e é natural isso; a gente vai vendo o que funciona e o que não funciona.” Tem funcionado, Nica. Conseguimos perceber a evolução da grife, que tem apresentado ao longo das edições coleções mais limpas, distantes dos excessos do início, que recebeu algumas críticas da imprensa. A coleção é bem comercial, coisa que a estilista aprecia, e os looks causam desejo imediato na mulher Nica, feminina e romântica.

 

Maria Bonita Extra // Verão 2013 @ Fashion Rio

Maria Bonita Extra // Verão 2013 @ Fashion Rio

A Grife: Maria Bonita Extra, sob comando de Kátia Wille e Luiza Bomenny.

No Release: A metamorfose.

As Peças: Predomínio de pernas de fora com vestidos, saias e shorts curtinhos. Conjuntos blusas + saias e calças + tops. Cintura marcada e silhueta próxima ao corpo, mas não totalmente ajustada. Estampas criadas através da reação química das tintas, que revelam desenhos.

As Cores: Amarelo, laranja, verde, roxo, rosa e diferentes tons de azul.

Destaques: A armação na lateral de algumas peças, na altura do quadril, lembrando as anquinhas (ou panniers) do século XVII. Mas não é a essa estética que essas pças se referem. As armações fazem referência à metamorfose, à leveza, à aerodinâmica e ao equilíbrio do vôo da libélula. Sempre é interessante quando uma marca leva algo mais conceitual para a passarela, ainda que usável. A marca conseguiu alcançar o meio termo. Sem perder o apelo comercial, brincou com a modelagem e passou o conceito.

 

Coven // Verão 2013 @ Fashion Rio

Coven // Verão 2013 @ Fashion Rio

A Grife: Coven, sob comando de Liliane Rebehy

No Release: O livro “A Ilha de Arturo”

As Peças: Intenso trabalho bordado de pérolas formando arabescos, que trouxe à primeira parte da coleção um perfume barroco. Na seqüência, o estilo navy domina, aparecendo nas estampas de âncora, de cordas e em amarrações e nós de fios dourados. Predomínio da silhueta ajustada, tanto em vestidos, saias e calças cropped. Os looks conjuntinhos aparecem compostos por tops estilo bustiê + saias e em calças + casaqueto.

As Cores: Amarelo, azul, vermelho, branco e dourado.

Destaques: É um desafio trabalhar com o tricô, matéria- prima e primeira da Coven, num país tropical. Liliane Rebehy obtém sucesso trazendo leveza ao material, tornando-o possível para o verão carioca. Porém, ainda que composta por muitos vestidos e saias, que elevam o comprimento, a escolha de cores escuras e densas e o uso de muitos babados deram à coleção um ar um pouco pesado.



COMENTÁRIOS

NOME*
E-MAIL* (Não será publicado)